Ultimas Notícias

Nesta sexta-feira, 24/Abril, às 9:00 h, na Sala 1208 - Prédio 1 - Campus Carreiros, terão início os Seminários do PPGOFQG.

Os links abaixam direcionam para as Normas revisadas da Disciplina, bem como as Fichas de Avaliação reformuladas de acordo com as sugestões de Professores e Alunos. Por favor leiam atentamente as Normas para evitar problemas e garantir o bom funcionamento da Disciplina.

Obrigada a todos que colaboraram no aprimoramento da Disciplina.

E não esqueçam que a participação de todos (Professores e Alunos) é fundamental!

Elisa Fernandes 
Responsável pela Disciplina

A Comissão de Qualificação (COMQUAL) do Programa de Pós Graduação em Oceanografia Física, Química e Geológica (PPGOFQG), constituída atualmente pelos profs. José Luiz (presidente), Lauro Calliari, Eunice Machado e Rodrigo Kerr, tem a responsabilidade de elaborar e conduzir o Exame de Qualificação de Doutorado do PPGOFQG (Art. 9 da nova norma do Programa).

Este exame é regulamentado pelo Capítulo 11 desta mesma norma, o qual foi reproduzido abaixo. XI. DO EXAME DE QUALIFICAÇÃO DE DOUTORADO Art. 40. Para a obtenção do grau de Doutor, é exigido que o Discente seja aprovado em Exame de Quali‐ ficação que evidencie a amplitude, profundidade de conhecimentos e capacidade crítica do candidato nas Linhas de Pesquisa do Programa. §1º. O Discente terá no máximo duas oportunidades de obter aprovação no Exame de Qualificação. §2º. O prazo máximo para realização da 1a tentativa do Exame de Qualificação será de 18 meses, en‐ quanto o prazo máximo para a 2a tentativa, se necessária, será de 24 meses, ambos após a primeira matrícula no PPGOFQG. §3o. O Discente que não concluir o Exame de Qualificação no prazo acima será considerado reprovado e desligado do Programa. Art. 41. O Exame de Qualificação será conduzido pela Comissão de Qualificação (COMQUAL), devendo seguir o modelo previsto no Manual do Exame de Qualificação, aprovado pelo Corpo Docente do PPGOFQG. Art. 42. O Exame de Qualificação será oferecido semestralmente, e seus resultados deverão ser homologados pela Coordenação do PPGOFQG.

Diante disso, a COMQUAL torna público que:

(1) O primeiro Exame de Qualificação de 2017 será aplicado no dia 30/06/2017, as 13h30m, em local ainda a ser divulgado.

(2) Os candidatos interessados em realizar este primeiro exame deverão manifestar este interesse através de e‐mail enviado até o dia 13/04/2017 para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

(3) A listagem dos capítulos indicados como referência de estudo para os candidatos a este exame segue no anexo abaixo. Todos os livros indicados estão disponíveis nas bibliotecas da FURG.

(4) O segundo exame de qualificação de 2017 ocorrerá em 08/12/2017. Quando da proximidade do segundo semestre letivo de 2017 um novo informe será divulgado.

Capítulos indicados pela Oceanografia Química

(a) Capítulo 6 (páginas 140‐171) do livro Introdução às Ciências do Mar (editado por Castello & Krug, 2015), título do capítulo: Propriedades Químicas da Água do Mar.

(b) Capítulos 2 (páginas 18 ‐ 60) e 3 (páginas 61 ‐ 76) do livro Ocean Chemistry and Deep Sea Sediments (Open University, 1989), título dos capítulos: (2) Chemical Cycles in the Oceans e (3) The accumulation of Pelagic Biogenic Sediments.

(c) Capítulo 3 do livro Estuarine Ecology (Day et al., 2013), título do capítulo: Estuarine Chemistry.

Capítulos indicados pela Oceanografia Geológica

(a) Capítulos 13 (páginas 396  ‐ 453) e 14 (páginas 454  ‐ 469) do livro Marine Geology (Kennett, 1982), títulos dos capítulos: (13) Terrigenous Deep‐Sea Sediments e (14) Biogenic and Authigenic Ocean Sediments.

(b) Capítulos 2 (páginas 59 ‐ 91) e 3 (páginas 92 ‐ 133) do livro Invitation to Oceanography (Pinet, 2009, 5a Edição), título dos capítulos: (2) The Origin of Ocean Basins e (3) Marine Sedimentation.

(c) Capítulos 4 (páginas 74 ‐ 111) e 15 (páginas 446 ‐ 492) do livro Introdução às Ciências do Mar (edita‐ do por Castello & Krug, 2015), títulos dos capítulos: (4) Sedimentação Marinha e (15) Recursos Marinhos não Vivos.

(d) Capítulos 1 (páginas 1 ‐ 48) e 2 (páginas 77 ‐ 140) do livro Coastal Sedimentary Environments (editado por Richard Jr, 1978), títulos dos capítulos: (2) River Deltas e (3) Estuaries. (e) Capítulo 3 (páginas 31  ‐ 50) do livro Morfodinâmica de Praias Arenosas: Uma Revisão Bibliográfica (Hoefel, 1998), título do capítulo: Aspectos Dinâmicos de Praias Arenosas Oceânicas.

Capítulos indicados pela Oceanografia Física

(a) Capítulo 7 (páginas 187‐221) do livro Descriptive Physical Oceanography (Lynne Talley et al., 2011), título do capítulo: Dynamical Processes for Descriptive Ocean Circulation.

(b) Capítulos 1 (páginas 1‐17) e 2 (páginas 17‐40) do livro Ocean Dynamics and Carbon Cycle (Williams & Follows, 2011), título dos capítulos: (1) Why is the Ocean Important? e (2) An Introductory View of the Ocean.

(c) Capítulo 1 (páginas 1‐51) do livro Chemical Oceanography (Millero, 2013), título do capítulo: Descrip‐ tive Oceanography

 

RETIFICADO EM 20/03/2017 PELA COMQUAL.

A Coordenação divulga as informações para Matrícula no Programa - Semestre 1/2017
 
Data: 06 e 07 de março de 2017
Local: Secretaria do PPGOFQG
Início das Aulas: 13 de março de 2017
 
Alunos Novos devem trazer os seguintes Documentos:
1 - Cópia Certidão de Nascimento
2-  Copia CPF
3 - Cópia CI
4 - Certificado de Conclusão de Curso
 
Demais informações e documentos necessários:
 

Alunos de Doutorado devem reunir a documentação necessária para a seleção interna, e encaminhar à Secretaria do PPGOFQG, conforme calendário de atividades (em anexo).

A Coordenação do PPGOFQG encaminhará os documentos para a Comissão Interna de Seleção, que escolherá os candidatos aptos a participar.

Os candidatos selecionados deverão fazer a inscrição online no site da Capes, anexando a documentação exigida para que seja homologada pela PROPESP.

O Programa foi contemplado com 1 (uma) cota de 12 (doze) meses. Por decisão da COMCUR, e conforme prevê o Edital 19/2016 (em anexo), a cota foi dividida em 3 (três) cotas de 4 (quatro) meses, para que possa ser atendido um número maior de candidaturas.

As propostas serão avaliadas pela Comissão Interna de Seleção e concorrerão entre si, independente da área de concentração do candidato.

A Coordenação do PPGOFQG elaborou um Cronograma Interno para selecionar as propostas e realizar a indicação dos candidatos no PDSE da CAPES, de forma a atender as datas estabelecidas no Edital 19/2016 (em anexo).

De acordo com o item 5.3.1 do Edital, a Comissão Interna de Seleção do PPGOFQG será composta por: Elisa Helena Fernandes (Coordenadora), Grasiela Pinho (Adjunta), Gilberto Fillmann (QUI), Maurício Mata (FIS), Paula Dias (GEO), SanyeSoroldoni (Discente), e Luis Felipe Dumont (Membro Externo).

 

>EDITAL<        >ret. EDITAL<          >CRONOGRAMA<

 

Documentação a ser apresentada na candidatura

a) Plano de Pesquisa no Exterior.O Plano de estudos deve ser redigido em português com, no máximo, 15 páginas, contendo cronograma do plano de atividades a serem desenvolvidas, incluindo a infraestrutura experimental ou laboratorial específica. Deve conter, obrigatoriamente, os itens abaixo:

i. título;
ii. introdução e justificativa, apresentando a atualidade e relevância do tema; iii. objetivos, com definição e delimitação clara do objeto de estudo;
iv. metodologia a ser empregada;v. cronograma das atividades;
vi. referências bibliográficas;
vii. a contribuição do plano de estudos para a promoção do ensino, formação e aprendizagem;
viii. o potencial para o aumento da rede de pesquisa e educação, com novas técnicas e parcerias, além de ampla divulgação dos resultados;
ix. a relevância para o desenvolvimento econômico e social do Brasil no médio e longo prazos, quando o caso;


b) Currículo Lattes atualizado.

c) Carta do(a) orientador(a) brasileiro(a), devidamente assinada e em papel timbrado justificando a necessidade do estágio e demonstrando interação técnico-científica com o supervisor no exterior para o desenvolvimento das atividades propostas;


d) Carta do supervisor no exterior, devidamente assinada e em papel timbrado da instituição, aprovando o plano de pesquisa e informando o mês/ano de início e término do estágiono exterior, de forma a se compatibilizar com o prazo definido pela IES brasileira;


e) Teste de proficiência ou declaração do supervisor no exterior, afirmando que o nível de proficiência em língua estrangeira que o aluno possui é adequado para desenvolver as atividades previstas;


f) Currículo resumido do(a) supervisor(a) no exterior, o qual deve ter produção científica e/ou tecnológica compatível com a área de estudos a serem desenvolvidos e a titulação mínima de doutorado;

Critérios utilizados na análise das propostas pela Comissão de Seleção

a) As candidaturas apresentadas devem demonstrar interação e relacionamento técnico-científico consolidado entre o orientador no Brasil e o supervisor do estágio no exterior como parte integrante das atividades de cooperação na supervisão do doutorando.


b) Pertinência do Plano de Pesquisa a ser realizado no exterior, que deve ser exequível com o período de afastamento (não superior a 4 meses). Deve também ser compatível com o Projeto de Tese de Doutorado em desenvolvimento no PPGOFQG;

 

 

CRONOGRAMA DE SELEÇÃO PDSE DO PPGOFQG

ETAPAS DATAS
Período de inscrição das propostas e entrega da documentação na Secretaria do PPGOFQG De 19 a 26 de Setembro de 2016
Período de avaliação das propostas pela Comissão Interna do PPGOFQG 27 de Setembro de 2016
Publicação do resultado das propostas selecionadas 28 de Setembro de 2016

CRONOGRAMA DO EDITAL 19/2016

ETAPAS DATAS
Seleção internas pela IES nos PPG’s Até 30 de Setembro de 2016
Inscrições no site da CAPES Até 31 de Outubro de 2016
Entrega de documentação e homologação pela IES no sistema da CAPES – na PROPESP De 01 a 30 de Novembro de 2016
Complementação de documentos Até 30 de Janeiro de 2017
Início dos estudos no exterior Março a Outubro de 2017

Nesta sexta-feira, 01/Abril, às 10 h, no Auditório João Rocha, terão início os Seminários do PPGOFQG (e não é brincadeira!)!

Os links abaixam direcionam para as Normas revisadas da Disciplina, bem como as Fichas de Avaliação reformuladas de acordo com as sugestões de Professores e Alunos. Por favor leiam atentamente as Normas para evitar problemas e garantir o bom funcionamento da Disciplina.

Obrigada a todos que colaboraram no aprimoramento da Disciplina.

E não esqueçam que a participação de todos (Professores e Alunos) é fundamental!

Elisa Fernandes
Responsável pela Disciplina